Como está o processo de imigração para o Reino Unido neste período de pandemia?

Publicado em: 6 agosto de 2021
Compartilhar:

As novas regras, que se aplicam a residentes e visitantes neste contexto de de pandemia da covid-19, estão em vigor para quem chega ao Reino Unido, desde fevereiro de 2021.

Basicamente, os oficiais da imigração poderão pedir documentos que comprovem:

  • Quem você é;
  • Sua profissão e sua condição financeira;
  • Detalhes da sua viagem e de onde você se hospedará;
  • Passagem de volta para o Brasil ou continuação da viagem.

Enquanto as regras estiverem em vigor, o viajante deverá:

  1. Apresentar teste negativo para Covid (PCR), realizado nas 72 horas anteriores à viagem;
  2. Informar seu itinerário e detalhes de contato quando viajar para o Reino Unido;
  3. Ficar hospedado em hotel indicado pelo governo britânico nos primeiros 10 dias em que estiver no Reino Unido, caso esteja vindo do Brasil ou de algum outro país da lista vermelha, ou permanecer 10 dias em alto-isolamento no local onde irá residir, caso não esteja vindo de um dos referidos países;
  4. Realizar dois testes de Covid durante o período de 10 dias após a chegada ao Reino Unido;
  5. Antes de viajar ao Reino Unido, mesmo que em trânsito, o viajante deverá preencher um formulário online. Cada passageiro, ainda que viaje em grupo, deverá preencher o formulário individualmente. Menores de 18 anos poderão ser incluídos no formulário do maior responsável, desde que cheguem e partam do país juntos e que fiquem hospedados no mesmo endereço no país. O formulário deve ser preenchido com antecedência máxima de 48 horas da chegada ao Reino Unido.

É importante que o viajante verifique todas as últimas recomendações de saúde pública sobre o coronavírus antes de viajar ou se acabou de chegar ao Reino Unido. Por este motivo, o governo britânico recomenda que quem chegar ao país, baixe o aplicativo de rastreamento de contatos do NHS. O aplicativo estará disponível em breve na página do Border Force.

O emigrante poderá ser multado em £ 100 caso se recuse a fornecer seus detalhes de contato e em £ 1.000 caso se recuse a se auto-isolar na Inglaterra e no País de Gales, ou estará sujeito a outras medidas punitivas. 

As viagens para o exterior devem receber muita atenção neste período de pandemia. As autoridades brasileiras recomendam, antes da viagem, que o emigrante procure junto à embaixada ou consulado do país para onde pretende ir, todas as informações atualizadas sobre permissões e exigências de entrada de estrangeiros. Caso existam conexões no itinerário da viagem, é importante verificar junto às regras dos países das conexões sobre as permissões e exigências de entrada de estrangeiros.

Fonte: Consulado de Londres no Brasil (informações confirmadas com o Consulado em 28/07/2021)