O mercado jurídico em 2021: tecnologia no centro da prestação de serviços advocatícios

Publicado em: 3 agosto de 2021
Compartilhar:

É inegável que a tecnologia e a inovação estão movimentando o mundo. Isso significa que estar integrado com as novas tecnologias é sinônimo de qualidade e agilidade. A todo instante surgem novos softwares para substituir os trabalhos manuais e automações para agilizar tarefas rotineiras. Esta lógica se estende também ao mercado jurídico, antes conhecido como um segmento bastante tradicional, mas que nos últimos anos tem utilizado a tecnologia como um diferencial competitivo na prestação de serviços.

A tecnologia sempre foi inerente ao ser humano e, consecutivamente, aos escritórios, mas tomou mais espaço nas rotinas devido a pandemia. Um exemplo simplista são as reuniões que antes eram majoritariamente agendadas no formato presencial, mas hoje passaram para as plataformas de conferências on-line. As transformações e novidades tecnológicas – principalmente nas áreas financeira e de processos – contribuíram para acelerar o desenvolvimento do cenário jurídico; processos eletrônicos e peticionamentos on-line também são exemplos de tal mudança.

Dentro da Tahech, foram meses de adaptação, escolha de ferramentas, softwares e capacitações para que pudéssemos entregar o melhor resultado aos clientes. Enquanto tudo parecia obstáculo, a tecnologia trouxe um novo olhar e novos de caminhos para trilharmos.

A tecnologia redireciona a rotina de trabalho dos advogados. O profissional se baseia no estudo e na aplicação das leis, levando em consideração a subjetividade das teses doutrinárias e interpretações jurisprudenciais. Esse trabalho teórico, atrelado à agilidade que as tecnologias oferecem aos advogados, traz resultados mais rápidos e assertivos. Outro impacto evidente desta estruturação tecnológica é o fortalecimento de uma cultura de raciocínio lógico nas atividades de rotina, por conta do abundante levantamento e disponibilização de dados que impactam positivamente na tomada de decisão dos times jurídicos.

Nesse sentido, a estrutura da Tahech Advogados foi estrategicamente organizada com a área de Tecnologia no centro das atividades jurídicas. Esta contempla linguagem de programação, soluções de automação de processos e inteligência tecnológica aplicada sob medida ao Direito.

Mas simplesmente ter os melhores softwares e máquinas torna o escritório inovador? Não, essas são apenas ferramentas que otimizam o trabalho, porém precisam ser utilizadas de forma adequada para atingir o máximo potencial. Isso se torna possível devido a constante capacitação dos advogados.

Para a Tahech, a tecnologia é protagonista, é o centro estratégico e gerencial de todo o processo de atendimento ao cliente e cumprimento de serviços advocatícios, desde os mais simples até os mais complexos.

Willian Henrique

Auxiliar de T.I na Tahech Advogados. Licenciado em Letras Português (Unicentro). Graduando em Análise e Desenvolvimento de Sistemas (Universidade Estácio de Sá). Graduando em Sistemas para Internet (UTFPR).