HOME

Esta categoria se condiciona por requerer a existência de um Sponsor ou empresa americana que ofereça ao trabalhador uma oportunidade de emprego, patrocinando um pedido de visto para sua residência.

O Green Card baseado no emprego são divididos em cinco categorias e, a terceira categoria de preferência (EB-3) é projetada para “trabalhadores estrangeiros qualificados”, “profissionais estrangeiros” e todos os “outros trabalhadores estrangeiros” (ou trabalhadores não qualificados).

É imprescindível que no processo de Green Card pelo EB-3 haja o patrocínio de um empregador dos EUA. Portanto, o trabalhador estrangeiro precisa de uma oferta permanente e em tempo integral para atuar em um cargo no qual não haja trabalhadores qualificados disponíveis nos Estados Unidos.

3 etapas para a aplicação do processo EB-3:

1ª – Processo de certificação de trabalho (PERM):

O processo de certificação PERM/Labor é realizado no Departamento do Trabalho (DOL) dos EUA. Em que, inicialmente, o empregador dos EUA deverá descrever o cargo e requisitos para função do empregado estrangeiro e enviar uma solicitação de “determinação salarial predominante” (PWD) ao DOL e o o DOL determinará o valor mínimo de salário que o empregador deverá remunerar o estrangeiro.

Após, passa-se para a fase de “estágio de recrutamento”, em que o DOL exige que o empregador busque no mercado de trabalho dos EUA profissionais qualificados para a vaga, anunciando em diversas mídias (jornais, website, radio, etc) a posição oferecida ao estrangeiro para disponibilizá-la também para os trabalhadores qualificados dos EUA (o objetivo desta etapa é que o empregador determine que não foram encontrados trabalhadores qualificados dos EUA para o cargo oferecido ao estrangeiro).

Com o término do recrutamento, o empregador passar para a última etapa do processo PERM, que é o preenchimento do Formulário 9089 no DOL, com informações sobre o cargo, o processo de recrutamento do empregador e sobre o trabalhador estrangeiro.

No momento de julgar a solicitação, o DOL poderá a) certificar o PERM, b) negar o PERM ou c) auditar o PERM. Se o PERM for auditado, o DOL poderá solicitar ao empregador evidências adicionais.

Uma vez aprovado o PERM, o empregador poderá passará para a próxima etapa do processo, que é a apresentação da petição I-140 nos Serviços de Cidadania e Imigração dos EUA (USCIS).

2ª – Petição I-140 para imigrantes:

Depois que o Certificado de Trabalho “PERM” for certificado pelo DOL, a próxima etapa é o registro da Petição I-140 com a imigração norte-americana (USCIS). O objetivo da petição I-140 é provar que o estrangeiro está qualificado para preencher a vaga, bem como provar que o empregador tem capacidade financeira para pagar o salário determinado pelo DOL.

3ª – Petição do Green Card através de Ajuste de Status ou Processo Consular:

Após a aprovação da petição I-140 pelo USCIS, o profissional estrangeiro pode seguir dois procedimentos diferentes:

Ajuste de Status: se o profissional já estiver nos Estados Unidos com status válido e houver disponibilidade de Green Card, ele poderá obter a Residência Permanente (Green Card) preenchendo o pedido de Ajuste de Status.

Processo Consular: se o profissional estrangeiro não estiver nos Estados Unidos, ele poderá solicitar o visto de imigrante EB-3 em um consulado dos EUA no exterior assim que o visto estiver disponível chamado de Processo Consular. Portanto, os profissionais que não possuem experiência ou recém-formados e desejam morar nos Estados Unidos também podem requerer o Green Card, desde que possua um Sponsor, isto é, uma empresa estrangeira que o contrate e que cumpra os requisitos acima dispostos. O Visto EB-3 é ideal para profissionais no início de carreira ou mão de obra especializada, já que possui um custo mais baixo em relação aos outros tipos de vistos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *