HOME

Ainda em setembro de 2021, Portugal mantém as restrições nas fronteiras externas aos Estados-Membros da União Europeia e a países cuja situação epidemiológica da COVID-19 não consideram satisfatória, com base nos critérios e condições que a recomendação do Conselho da União Europeia estabeleceu. Desta forma, mesmo com a revisão quinzenal das autoridades, não há previsão de mudança para as regras de entrada de brasileiros no país. 

As viagens entre Portugal e destinos de países terceiros só estão autorizadas por razões essenciais (definidas como viagens que permitem o trânsito, a entrada e a partida de Portugal). Assim, estão permitidas para os seguintes países: Brasil, Índia, Nepal e África do Sul.

Desta forma, ficam autorizadas viagens de: 

Conheça as regras para a entrada de passageiros de viagens essenciais – como é o caso do Brasil – em Portugal:

Estes requisitos também se aplicam aos voos que tenham parado ou transitado em países cujo tráfego aéreo com Portugal esteja autorizado, ou a passageiros registrados como tendo saído da África do Sul, Brasil ou Índia nos 14 dias anteriores à sua chegada a Portugal.

Viagens não essenciais são permitidas para passageiros do Reino Unido, Albânia, Arménia, Austrália, Azerbaijão, Bósnia-Herzegovina, Brunei, Canadá, China, Coreia do Sul, Estados Unidos da América, Israel, Japão, Jordânia, Kosovo, Líbano, Montenegro, Nova Zelândia, Catar, República da Moldávia, República da Macedónia do Norte, Arábia Saudita, Sérvia, Singapura, Taiwan, Ucrânia e regiões administrativas especiais de Hong Kong e Macau. As atualizações da lista estão disponíveis no site.

Vale lembrar que as viagens para as ilhas da Madeira e para o arquipélago dos Açores seguem regras específicas.

Fonte: Reopen

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *